Dança

O peru é um país onde a dança existe a muito tempo. Os anciãos escolheram a dança como uma forma de render homenagem às suas divindades, de comemorar uma boa colheita ou uma boa notícia. No litoral, as danças mais comuns são a valsa creola, as danças afro-peruvianas e também a marinera. Nas montanhas as danças são muito coloridas e cheias de vigor. O bater dos saltos, o sapateado e as coreografias são algo que expressa alegria e vitalidade. A danças dos rituais necessitam de muitos anos de prática, para poder realizar saltos acrobáticos ao ritmo da harpa e do violão. As danças predominantes na floresta amazônica são as danças tribais, que convidam famílias inteiras a dançar em círculo ao som de instrumentos de percussão.
A marinera é uma dança romântica, elegante e graciosa, onde os dançarinos, uma mulher e um homem, representam amor e sedução, e é caracterizada pelo uso de lenços agitados pelas mulheres. Apesar de ser característica do litoral do país, se expandiu por todo país, variando de um lugar para outro, pelo seus costumes e suas coreografias. A capital da marinera, é Trujillo, e lá se realiza anualmente uma competição nacional desta dança, uma festa cheia de cores e beleza na qual casais veem de diferentes cidades do país para competir em diversas categorias. Enquanto dura o festival, a estrutura da coreografia é mais complicada; o cajon e a guitarra são substituídos pelos tambores e cornetas das bandas de música.

Dança Peruana

Dança Peruana

Fonte: Na trilha dos Incas

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply